Postura na Dança do Ventre

Você sabe o benefício da Dança do Ventre para sua postura?

Nesse artigo vamos te mostrar as experiências das alunas de como a postura mudou depois das aulas de Dança do Ventre.


Existe uma postura correta para andar, sentar, no lazer, trabalhar no computador ou em pé, para dormir e todas as demais atividades que realizamos em nossa vida. A dança do ventre pode beneficiar em todas elas, uma vez que você aprende a postura correta.


Posturas incorretas fazem com que os ossos não se alinhem corretamente, aumentando a tensão nos músculos, nas juntas e nos ligamentos, podendo causar fatiga, dor. O mau hábito postural pode causar dores crônicas na coluna e afetar a função e posição de alguns órgãos vitais, inclusive dos órgãos localizados no abdome. Os desvios mais comuns da coluna são a escoliose, a lordose e a cifose.


Encaixar o quadril, as escápulas, manter o abdome contraído e os ombros relaxados são algumas das frases que toda aluna escuta durante toda a aula de dança do ventre. Não entendeu nada? A gente explica!


1 - Encaixe de quadril: Esse é o primeiro ponto! É necessário fazer uma pequena rotação do seu quadril para frente, com o objetivo de manter a coluna reta, ou seja, diminuindo a curva lombar e não ficar com o "bumbum" empinado.






2 - Contrair o abdome: A maior confusão que fazem nesse momento é achar que precisa prender a respiração para manter a "barriga" para dentro. Mas é possível contrair o abdome sem precisar ficar sem respirar. Sinta a sua musculatura do abdome toda comprimida. No começo é complicado controlar, mas fazendo todos os dias você se acostuma.





3 - Encaixar as escápulas: Essa é a hora de mexer na parte de cima. Esse processo mantém as costas retas e impede que a aluna fique em posição de "tartaruguinha". Quando direcionamos nossos ombros para trás nossas escápulas ficam encaixadas e o busto fica mais "aberto".








A nossa aluna Mariana é uma das provas de que a dança mudou a postura dela, dentro e fora de sala de aula.


ES: Mari, como era sua postura antes de iniciar a dança do ventre?

R: Andava curvada, sentava curvada e nunca me atentava a isso. Percebia a minha postura por fotos.


ES: Quanto tempo você faz de dança?

R:1 ano e 6 meses


ES: E nesse meio tempo, quais foram os resultados e mudanças na postura no seu dia a dia?

R: Agora me atento a postura e me corrijo algumas vezes ao dia. Tenho consciência da postura. Eu sofria com dores na lombar e tinha uma leve escoliose, a dança me ajudou a corrigir isso, o médico notou por meus exames os resultados benéficos no corpo e me orientou a continuar.


Veja o comentário de outras alunas do Estúdio Sharqi.


"Me ajudou a sentar melhor, mais retinha. Esses dias me perguntaram se eu sempre me sentava 'com essa postura de pianista' " - Luna Mesquita


"A postura altiva, mais ereta, que adquiri com a dança, transmite aos outros uma imagem de mulher muito mais segura de si, muito mais confiante. Vai além da questão física, que é evidente; ao menos pra mim, é assim." - Silvia Honda


E então? Vai perder tudo isso que a dança do ventre pode te proporcionar?

78 visualizações

Blog do Sharqi